Fundação Florestal publica Caderno de Aves da APA Tejupá

O lançamento aconteceu durante a primeira edição do Vem Passarinhar, promovido pela Unidade de Conservação, em Piraju.

Caderno de Aves da Área de Proteção Ambiental Tejupá foi lançando no sábado, 27 de abril, como parte das atividades do I Vem Passarinhar, evento promovido pela APA Tejupá nos dias 27 e 28 de abril, em Piraju, SP. Trata-se de um catálogo com imagens em close das diferentes aves que habitam a região. Essas imagens foram capturadas pelas lentes de diferentes fotógrafos. O Guia traz ainda uma extensa lista de todas as aves que podem ser encontradas na região.

A publicação simboliza um pontapé inicial rumo à inserção dessa Área de Proteção Ambiental no processo de fomento a esta importante atividade na região que, além de promover a conservação da biodiversidade, se apresenta como um grande potencial para o desenvolvimento do turismo regional em bases sustentáveis.

Elisa Maria do Amaral, gestora da APA, diz que a ideia de produzir esse catálogo partiu da constatação do fato de essa Unidade de Conservação ter registrado a presença de mais de 400 espécies de aves e, portanto, ser o local ideal para o exercício de observação de pássaros, uma atividade que vem conquistando uma legião de adeptos.

Para baixar o Caderno de Aves da APA Tejupá, clique aqui.

I Vem Passarinhar da APA Tejupá

Participaram da abertura do I Vem Passarinhar da APA Tejupá Maria Luiza de Freitas, diretora de Turismo da Prefeitura da Estância Turística de Piraju, Lucila Manzatti, diretora Metropolitana e do Interior da Fundação Florestal, e Elisa Maria do Amaral, gestora da APA Tejupá, além de pesquisadores do Instituto de Biociências da UNESP de Botucatu, educadores, ONGs ambientalistas e representantes de prefeituras da região.

O evento prosseguiu com a palestra A função ecológica das Aves na Natureza, proferida pela professora Silvia Mitiko Nishida, do Instituto de Biociências /UNESP de Botucatu, seguida pelos observadores de aves José Carlos Garcia e Fernando Zurdo falando sobre a Observação de Aves na APA Tejupá e região.

O evento foi abrilhantado por Fábio Cardoso (voz e violão) e José Martins (sanfona), que interpretaram Tempo de Sonhar, composição de Fábio Cardoso sobre o Rio Paranapanema, e músicas de Chitãozinho e Xororó.

Nos dois dias do evento, os observadores avistaram em torno de 70 espécies, como o murucututu-de-barriga-amarela (Pulsatrix koeniswaldiana), tico-tico-de-bico-amarelo (Arremon flavirostris), teque-teque (Todirostrum poliocephalum), arredio-oliváceo (Cranioleuca obsoleta) e arredio-do-rio (Cranioleuca vulpina).

Texto: Dirceu Rodrigues
Revisão: Cris Leite

Arredio-do-rio (Cranioleuca vulpina). Foto: Fernando Zurdo
Teque-teque (Todirostrum poliocephalum). Foto Nelson Gallo
arredio-oliváceo (Cranioleuca obsoleta). Foto: Gustavo Bacchim
Murucututu-de-barriga-amarela (Pulsatrix koeniswaldiana). Foto: foto Silvia Nishida
Tico-tico- de- bico- amarelo (Arremon flavirostris). Foto: Bruno Oliani

Participantes do I Vem Passarinhar da APA Tejuá

Fábio Cardoso (voz e violão) e José Martins (sanfona) interpretaram Tempo de Sonhar