Sobre a Estação Ecológica

Antiga fazenda de café denominada Santa Tereza desapropriada amigavelmente na segunda metade do século XX e incorporada ao acervo do serviço Florestal do estado. Em 1984 foi transformada em Estação Ecológica, conforme Decreto 22.691.

Sobre a Região

A Bacia Hidrográfica do Rio Pardo, Estado de São Paulo, onde se encontra a Estação Ecológica de Ribeirão Preto é formada por 27 municípios com área de drenagem de 8.993 Km 2 e 1.092 milhões de habitantes, sendo Ribeirão Preto sede da região. A economia da Bacia é baseada no setor agrícola (agroindústria sucroalcooleira, citricultura e pastagens), indústria, comércio e serviços consolidados na região de Ribeirão Preto.

A região apresenta as dificuldades socioeconômicas inerentes à expansão de monoculturas e problemas de degradação ambiental. Apresenta hoje apenas 2,99% de sua área com cobertura florestal, sendo 2,44% mata e capoeira, 0,29% cerrado e 0,26% cerradão (SMA 2011). A EERP representa o maior fragmento florestal dos 140 fragmentos existentes no município de Ribeirão Preto.