Parque Municipal em Botucatu será readequado com apoio da Fundação Florestal | Fundação Florestal

Parque Municipal em Botucatu será readequado com apoio da Fundação Florestal

O Parque Natural Municipal Cachoeira da Marta, está situado numa área bastante preservada  da Área de Proteção Ambiental Botucatu

Com o objetivo de diminuir os impactos ambientais e trazer mais segurança aos usuários, as trilhas do Parque Municipal Cachoeira da Marta, em Botucatu, estão passando por um processo de readequação. A Fundação Florestal, por meio da Diretoria Metropolitana e do Interior (DMI/FF) e Área de Proteção Ambiental Botucatu – onde o parque está inserido – vêm prestando assessoria técnica para a realização do projeto.

Como resultado dessa parceria, foram estabelecidos traçados de menor impacto, adequação das trilhas aos diferentes usuários, orientações para instalação de mirantes que permitam visualizar e conhecer o relevo da cuesta e as cachoeiras, aliando o lazer, o esporte, a contemplação da natureza e a conservação ambiental.

Segundo a gestora da APA Botucatu, Cláudia Reis, “além do fortalecimento das relações institucionais, essa parceria estabelecida entre Estado e Município resulta em benefícios sociais e ambientais para a APA Botucatu/FF, para o Parque da Cachoeira da Marta e para a sociedade, que contará com um local privilegiado para a educação ambiental, o lazer e o turismo ambientalmente sustentáveis.”

Sobre a APA Botucatu e o Parque Municipal Cachoeira da Marta

A APA Botucatu é uma unidade de conservação de uso sustentável, com cerca de 215 mil hectares, localizada na região central do Estado, englobando porções de nove municípios da região. Essa Unidade de Conservação foi criada em 1983 para proteger e valorizar as cuestas basálticas, os morros testemunhos, o sistema aquífero Guarani, a fauna silvestre, os remanescentes de Cerrado e Mata Atlântica e um riquíssimo patrimônio arqueológico, histórico e cultural.

Nesse importante território está inserido o Parque Natural Municipal Cachoeira da Marta, numa área bastante preservada e de proteção máxima da APA. O parque tem belíssimas cachoeiras, cuestas, com suas paisagens magníficas e ruínas de um antigo moinho, envoltos pela Mata Atlântica de interior muito conservada.

Em 2018, a unidade de conservação municipal passará por uma revitalização implementada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Botucatu, com recursos do Fundo de Interesses Difusos (FID), para atender adequadamente o público visitante. O projeto prevê ainda a construção de um Centro de Educação Ambiental, a instalação de um mirante e a recuperação ambiental de áreas antropizadas.