Monitores Ambientais recebem capacitação sobre espeleologia no PETAR

Entre os dias 15 e 21/11, o Parque Estadual Turístico Alto Ribeira (PETAR) recebe o Módulo “Espeleologia” do 9° Curso de Formação de Monitores ambientais do PETAR, voltado para a capacitação de moradores do entorno para atuarem como guias no interior da Unidade de Conservação, conduzindo turistas em cavernas, trilhas e cachoeiras. O treinamento será realizado entre os Núcleos Ouro Grosso e Santana do PETAR, das 8h às 18h.

O módulo será ministrado por voluntários do Grupo de Espeleologia da Geologia – USP (GGeo), com aulas teóricas e práticas para formação básica dos 46 alunos em espeleologia. Os seguintes temas serão abordados nas aulas: origem do universo e terra, estrutura e dinâmica interna da terra, minerais e rochas, ciclo da água e intemperismo, paleontologia e arqueologia, história geológica do PETAR, geoespeleologia, meio ambiente e bioespeleologia.

O curso completo possui seis módulos e 508 horas de carga horária total, sendo 244 horas de aulas teóricas e práticas e mais 264 horas de estágio supervisionado na Unidade. Após a conclusão do curso, o aluno que for considerado apto será credenciado pela Fundação Florestal para condução de grupos dentro dos limites da UC. Entre os meses de novembro e dezembro, serão mais dois módulos: “Turismo de Base Comunitária, 27 e 28 e de 08 a 12/12, o Módulo “O trabalho do Monitor/Condutor Ambiental”, ambos no Núcleo Ouro Grosso.

Parceiros

O curso é uma realização da ONG A Rocha Brasil e Fundação Florestal, com o apoio da Rede Ibab Solidária; Universidade Federal de São Carlos; Universidade de São Paulo; SEBRAE Registro; Centro Universitário de Montanhismo e Excursionismo (CUME); Prefeitura de Iporanga; Prefeitura de Apiaí; Monitores Ambientais atuantes no PETAR ; Agência Parque Aventuras; Planeta Trilha; CPRM/CIEM.