http://fflorestal.sp.gov.br

19/04/17 09:33

Seminário sobre criação de RPPN ocorre em Santo Antônio do Pinhal

Evento visa esclarecer o público sobre vantagens e formas de se criar uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN)

Será realizado, no dia 6 de junho, em Santo Antonio do Pinhal, o seminário “Criação de RPPN e a Proteção das Microbacias”. O evento acontece na RPPN Fazenda Renópolis, das 13h às 18h. Os interessados encontram a ficha de inscrição no link: goo.gl/U78f5a .

A RPPN Fazenda Renópolis protege um fragmento de mata nativa no Vale do Paraíba – foto Acervo

Entre os temas, serão abordados assuntos como: pagamentos de serviços ambientais, importância das RPPNs para a proteção de microbacias e também trocas de experiências sobre o assunto. Representando a Fundação Florestal, o coordenador do Programa RPPN Paulistas, Oswaldo Bruno, falará sobre o processo de criação e implantação das reservas particulares de patrimônio natural.

O seminário é uma realização da Associação Vida Silvestre (AVIS) e a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Fazenda Renópolis, em parceria com a Fundação Florestal, Unitau (Universidade de Taubaté) e Frepesp (Federação das Reservas Ecológicas Particulares do Estado de SP).

Mas o que são as RPPN?

As RPPN são uma modalidade de Unidade de Conservação de domínio privado e perpétuo, que tem por objetivo, conservar a biodiversidade, sem que haja desapropriação ou alteração dos direitos de uso da propriedade. As RPPNs podem ser criadas em áreas rurais e urbanas, não havendo tamanho mínimo para seu estabelecimento.

Para ser reconhecida como RPPN, a área deve apresentar atributo ambiental que justifique sua criação, como a presença de vegetação nativa do bioma em que se encontra, como Mata Atlântica e Cerrado. Além disso, os recursos naturais, tais como nascentes e cursos-d’água, mata ciliar, fauna, flora e paisagem são aspectos que contribuem para compor as características da reserva. Nas RPPNs, podem ser desenvolvidas atividades de pesquisa, ecoturismo e educação ambiental.

Importância

Atualmente, restam apenas 17,5 % de vegetação natural no estado São Paulo, perfazendo uma área de 4,34 milhões de hectares, segundo o Inventário Florestal do Estado de São Paulo (IF/SMA, 2010). Desse total, cerca de 77%, aproximadamente 3,34 milhões de hectares, encontram -se em propriedades particulares, fazendo com que a criação de RPPN seja um importante instrumento para a conservação da biodiversidade em terras paulistas e para a proteção das microbacias visando ao aumento do volume da captação de água pluviais nos mananciais.

Confira a programação completa e participe!

13h – Inscrição

13h30 – Abertura e apresentação da RPPN Fazenda Renópolis (Débora Mascarenhas Murgel)

13h50 – RPPN: da Criação à implantação (Oswaldo Bruno – Fundação Florestal)

14h40 – Pagamento de Serviços Ambientais – Programa de Incentivo à RPPN

15h20 – Frepesp e o apoio que dá às RPPN em SP (Ana Maria – Frepesp)

16h – Coffee Break

16h30 – Criação de RPPN para a proteção das microbacias, visando ao aumento do volume da captação de água pluviais nos mananciais (Prof. Dr. Sérgio Lousada – Universidade de Taubaté)

17h30 – Troca de experiências

18h – Encerramento

Serviço

A RPPN Fazenda Renópolis fica na Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, km 38, em Santo Antonio do Pinhal – SP.

Fones: (12) 3666-1470  /  (12) 99741-5124

Saiba mais: www.renopolis.com.br e www.rppnrenopolis.com.br