http://fflorestal.sp.gov.br

17/02/17 15:05

Mosaico de Unidades de Conservação do Jacupiranga completa nove anos

O mosaico forma um continuo ecológico de remanescentes florestais da Mata Atlântica, protegendo a fauna, a flora, os recursos hídricos e patrimônios espeleológico, histórico e cultural da região

No próximo dia 21 de fevereiro, o Mosaico do Jacupiranga (MOJAC) completa nove anos de criação. Para celebrar a data, serão realizadas atividades de educação ambiental, como palestras, trilhas e visitas ao viveiro de mudas, além de plantio e distribuição de espécies nativas da Mata Atlântica. A programação é voltada para estudantes de escolas da região e será realizada em diferentes Unidades de Conservação que compõem o mosaico.

Situado na região entre o Vale do Ribeira e Litoral Sul do Estado de São Paulo, o MOJAC é composto por 14 Unidades de Conservação, sendo três de Proteção Integral e 11 de Uso Sustentável. Juntas elas somam 243.885,78 hectares de proteção ambiental, abrangendo os municípios de Barra do Turvo, Cajati, Cananéia, Eldorado, Jacupiranga e Iporanga.

A grande importância deste mosaico é formar um continuo ecológico de remanescentes florestais da Mata Atlântica, protegendo a fauna, a flora, os recursos hídricos e patrimônios espeleológico, histórico e cultural, bem como fornecer apoio às comunidades tradicionais residentes nas Unidades de Uso Sustentável , que concentram populações quilombolas, caiçaras, ribeirinhas e caboclas.

Conquistas

Segundo o gerente regional da Fundação Florestal, Josenei Cara, a formação do MOJAC trouxe grandes avanços para o cenário ambiental da região. “Entre as principais conquistas ao longo desses nove anos, destacam-se os projetos de recuperação ambiental, a elaboração dos Planos de Manejo Espeleológicos, a instalação de viveiros comunitários para produção de espécies nativas, formação e capacitação de monitores ambientais das comunidades para as atividades de turismo, redução significativa de registros de crimes ambientais e também a redução de conflitos socioambientais e o fortalecimento da participação comunitária na gestão, por meio dos conselhos gestores, entre outras”, explica Josenei.

O MOJAC

Fazem parte do MOJAC, as seguintes Unidades de Conservação: Parque Estadual Caverna do Diabo, Parque Estadual do Rio Turvo, Parque Estadual Lagamar de Cananéia; Area de Proteção Ambiental (APA) dos Quilombos do Médio Ribeira, APA de Cajati, APA do Rio Vermelho e Rio Pardinho, APA do Planalto do Turvo; Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) de Lavras, RDS dos Quilombos de Barra do Turvo, RDS dos Pinheirinhos, RDS Barreiro/Anhemas e RDS Itapanhapima; além das Reserva Extrativista (RESEX) Taquari e Ilha do Tumba.