Duas novas RPPNs são criadas no Estado de São Paulo | Fundação Florestal

Duas novas RPPNs são criadas no Estado de São Paulo

Situadas no Vale do Paraíba, ambas as RPPNs protegem vegetação de Mata Atlântica em estágio avançado de regeneração, de extrema importância por sua riqueza biológica e recursos naturais

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e a Fundação Florestal reconheceram neste mês de maio, a criação de duas novas Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN) no Estado de São Paulo: a Gigante do Itaguaré, em Cruzeiro, e a Reserva dos Muriquis, em São José dos Campos, ambas dentro dos domínios da Mata Atlântica.

As RPPNs são uma modalidade de Unidade de Conservação de domínio privado e perpétuo, que têm o objetivo de conservar a biodiversidade, sem que haja desapropriação ou alteração dos direitos de uso da propriedade. Elas podem ser criadas em áreas rurais e urbanas, não havendo tamanho mínimo para seu estabelecimento.

A RPPN Gigante do Itaguaré

De propriedade da Reserva Chico Nunes Empreendimentos e Participações Ltda, protege 358,64 ha de Floresta Ombrófila Densa Altomontana e Campos de Altitude, em estágio avançado de regeneração. Esta RPPN resguarda espécies da flora e fauna, contribuindo para a proteção da biodiversidade  em um dos mais significativos conjuntos de montanhas do relevo brasileiro, na Serra da Mantiqueira. Abriga cerca de 33 nascentes e 12 cursos d’água, pertencentes à bacia do Rio Brejetuba, manancial de abastecimento que integra a bacia do Rio Paraíba do Sul, perfazendo um significativo sistema prestador de serviços ambientais.

A RPPN Gigante do Itaguaré está inserida no território da APA Federal da Serra da Mantiqueira e do Monumento Natural Municipal do Pico do Itaguaré, próxima também da APA Estadual Silveiras e das RPPNs Fazenda Bela Aurora, Travessia, Pedra da Mina, Serrinha, Cachoeira Serra Azul e Santa Rita de Cassia, todas situadas na mesma Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos. O conjunto dessas UCs contribui para resguardar os recursos naturais, fortalecendo a proteção e compondo corredores ecológicos que favorecem a circulação da fauna e o fluxo gênico das espécies.

A RPPN Reserva dos Muriquis

De propriedade da Pioneira Incorporações Ltda – protege uma área de 41,33 ha e está localizada no município de São José dos Campos, distrito de São Francisco Xavier. Inserida no Bioma da Mata Atlântica, na Serra da Mantiqueira, sua cobertura vegetal classifica-se como Floresta Ombrófila Densa em estágio avançado de regeneração e em bom estado de conservação.

Por conta de suas características naturais, protege importantes atributos da fauna e flora, onde se encontram inúmeras espécies vulneráveis e ameaçadas de extinção como a palmeira-juçara (Euterpe edulis) e a embaúba (Cecropia hololeuca), além de animais silvestres como a jacutinga da Mata Atlântica (Aburria jacutinga); muriqui (Brachyteles arachnoides); tatu-canastra (Priodontes giganteus), criticamente ameaçados e araponga (Procnias nudicollis) e onça-parda (Puma concolor), em condições de vulnerabilidade.  Juntamente com a APA São Francisco Xavier e próxima a duas outras RPPNs, “Alto do Deco” e “O Primata”, compõem área de grande importância ambiental.

Como criar uma RPPN

Para ser reconhecida como RPPN, a área deve apresentar atributo ambiental que justifique sua criação, como a presença de vegetação nativa do bioma em que se encontra, como Mata Atlântica e Cerrado. Além disso, os recursos naturais, tais como nascentes e cursos d’água, mata ciliar, fauna, flora e paisagem são aspectos que contribuem para compor as características da reserva. Nas RPPN, podem ser desenvolvidas atividades de pesquisa, ecoturismo e educação ambiental.

No Estado de São Paulo, a RPPN pode ser instituída pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente. O pedido e documentos devem ser encaminhados à Fundação Florestal, que fará toda a análise do pleito. O ato do reconhecimento das RPPN Paulistas é feito por meio de resolução específica publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo.

Saiba mais: http://fflorestal.sp.gov.br/unidades-de-conservacao/rppn/