Baleias-de-bryde são avistadas no entorno do Parque Estadual Ilha Anchieta

aleia-de-bryde avistada no entorno do Parque Estadual Ilha Anchieta – foto Rafaela Ferreira

No último mês, dois indivíduos de baleias-de-bryde (Balaenoptera edeni) foram avistados no entorno do Parque Estadual Ilha Anchieta, dentro do território da Área de Proteção Ambiental Marinha Litoral Norte (APAMLN). Segundo os técnicos da Unidade de Conservação, estes avistamentos têm sido muito comuns nas últimas semanas, para quem percorre o caminho até o Parque.

A explicação para a visita ilustre é que no período entre o verão e o outono, os cardumes de sardinha-brasileira (Sardinella brasiliensis) – um dos alimentos da baleia-de-bryde – aproximam-se da costa, em busca abrigo em regiões próximas a ilhas e costeiras para se alimentar e crescer. Por ser uma área de exclusão de pesca no entorno da ilha, o local se torna propício à sobrevivência das sardinhas e, consequentemente, à aproximação das baleias nesta época do ano.

A baleia-de-bryde
A baleia-de-bryde (Balaenoptera edeni) pode chegar a 15,5m, chegando a pesar 16 toneladas. Seus filhotes nascem com cerca de 4m, após 11 meses de gestação. Ela pode consumir até 660 kg de sardinha em um único dia. Esta espécie não costuma se reunir em grandes grupos e não fazem grandes migrações. Seus hábitos ainda são pouco estudados, não sendo conhecidas ainda informações como a sua longevidade e padrões de deslocamento.

Estudo sobre visitantes ilustres no PEIA
Não é apenas a baleia-de-bryde que visita as águas no entorno do Parque Estadual Ilha Anchieta. Frequentemente, são avistados grupos de golfinhos, que encantam as pessoas com suas manobras e brincadeiras aquáticas.

O Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (IO-USP) está desenvolvendo uma pesquisa científica junto ao PEIA, que visa descobrir, por meio de hidrofones, exatamente a época em que ocorre a presença de cetáceos e quais as espécies.

O professor orientador de doutorado do projeto, Marcos César de Oliveira, pede aos visitantes que não persigam, aproximem-se ou entrem na água com os animais, pois são atitudes que podem estressar os animais e colocar os envolvidos em riscos. Marcos afirma ainda que os registros fotográficos ou de vídeos podem contribuir com a pesquisa. “Quaisquer informações de avistagens são importantes para o nosso trabalho. Esses registros nos ajudam a identificar a espécie, bem como a localização aproximada ou precisa. Essas informações podem ser enviadas para o email mcos@usp.br .”

Sobre o Parque
Com 828 hectares, sete praias o Parque Estadual Ilha Anchieta é a segunda maior ilha do Litoral Norte de São Paulo. Além de ser um dos principais pontos turísticos de Ubatuba, o Parque Estadual Ilha Anchieta protege as riquezas naturais, preserva o rico patrimônio histórico-cultural representado pelas ruínas do presídio e suas instalações.

Transformado em Unidade de Conservação em 1977, o local possui grande história conservada em mais de 2000 m² de construções arquitetônicas. A fauna terrestre conta com mais de 50 espécies de aves como: sabiás, juritis, tangarás, tiês-sangue, saíras, gaivotas; grande variedade de répteis e anfíbios, além de capivaras, pacas, cotias, macacos, tatus, quatis, gambás e lagartos, entre outros.

SERVIÇO
Acesso pelo Píer Saco da Ribeira (Avenida Plínio de França, nº 85 – Saco da Ribeira – Ubatuba – SP)
Dias e horários de funcionamento: diariamente, das 8h às 17h.
Ingresso: R$ 13,00. Não pagam: crianças de até 12 anos, adultos com mais de 60 e pessoas com deficiência. Estudantes pagam meia entrada, mediante apresentação de documento
Telefone: (12) 3842-1231
E-mail: pe.ilhaanchieta@fflorestal.sp.gov.br

Sobre a APAMLN
A Área de Proteção Ambiental Marinha Litoral Norte é uma unidade de conservação administrada pela Fundação Florestal. Esta Unidade de Conservação de Uso Sustentável possui uma área total de 316,2 mil hectares, e abrange também 27 manguezais do Litoral Norte, além de ilhas, ilhotas, lajes e parcéis. Juntamente com as APA Marinhas Litoral Centro e Litoral Sul, estas áreas protegem quase metade do mar territorial paulista e suas espécies, totalizando aproximadamente 1,1 milhão de hectares.

SERVIÇO
Endereço: Rua Esteves da Silva, 510 – Centro – Ubatuba – SP
Telefone: (12) 3832-1397
E-mail: apamarinhaln@fflorestal.sp.gov.br